top of page

31 de outubro: dia da Reforma Protestante



A Reforma Protestante foi um movimento de reforma religiosa ocorrido na Europa, no século XVI. Esse reformismo religioso foi iniciado por Martinho Lutero, um monge alemão insatisfeito com a cobrança de indulgências pela Igreja Católica. Foi em 1517, que Lutero elaborou as 95 teses e fundamentou uma teologia que deu origem a novas denominações dentro do cristianismo. Com isso, celebramos nesse dia 31 de outubro, 506 anos da Reforma Protestante.

Mudanças promovidas pelo movimento

A insatisfação de Lutero queria combater práticas que considerava inadequadas para que a fé católica pudesse ser reformada. No entanto, o processo iniciado por ele deu abertura para mudanças profundas em questões políticas e econômicas na Europa do século XVI.


A primeira mudança ocorreu no âmbito político, pois a Europa já não era aquela do período medieval, uma vez que, a partir da Baixa Idade Média, foi iniciado o processo de centralização do poder dos monarcas e da formação dos Estados Nacionais. Ainda no século XVI, a Igreja era muito poderosa e sua influência sobre o poder secular, isto é, o poder dos reis, ainda era muito grande.


Nesse contexto, as agendas e os interesses dos Estados Nacionais e dos reis começavam a se distanciar dos interesses da Igreja. Portanto, era necessário enfraquecer a Igreja para que um distanciamento entre o poder secular e o poder eclesiástico fosse possível. Os questionamentos de Lutero surgiram como possibilidade de promover isso e, por essa razão, ele contou com o apoio de muitos príncipes.


Do ponto de vista econômico, os questionamentos de Lutero abriam a possibilidade de se conquistar maior autonomia econômica, uma vez que os líderes seculares não dependeriam mais dos favores da Igreja Católica e, portanto, não precisariam mais pagar impostos para Roma. Além disso, a Reforma Protestante fez com que ressentimentos com a prosperidade de Roma e da Península Itálica em contraposição com a pobreza do Sacro Império se aflorassem.


A reforma provocou inúmeros levantes na Europa, causou guerras, perseguições e o êxodo de milhares de protestantes no mundo. São três as principais doutrinas da Igreja reformada: as Igrejas luterana herdadas do pensamento de Lutero, as Igrejas calvinistas (reformadas, ou presbiterianas) e a Igreja anglicana.

Comments


bottom of page